5582697802

Historia

Filho de Karl e Esther (Um engenheiro eletricista e uma dona de casa). Ganhou sua primeira guitarra aos 14 anos de idade. Talentoso e criativo adolescente, Ace tem como influências Rolling Stones, Jimi Hendrix e Led Zeppelin. Foi em 1973 que Ace achou no jornal um anúncio de uma banda desconhecida procurando um Guitarrista. A primeira impressão que passou a Gene Simmons, é que era um mendigo, se não fosse ele estar segurando uma Gibson Les Paul. O par de botas de Frehley era composto de um pé laranja e outro pé vermelho). Ace chegou e foi logo furando fila, mas rapidamente foi avisado de que teria que ir para o final da fila. Mas após impressioná-los no teste, já garantiu seu lugar na banda. Artista nato, foi Ace quem criou o logotipo da banda. Após a não tão boa aceitação da crítica nos três primeiros álbuns do Kiss, o Alive! (Compilação ao vivo dupla), leva a banda aos seus anos de ouro, tornando o Kiss a banda americana mais bem sucedida de 1975 a 1980. Em 1982, Ace Frehley abandonava o Kiss pela primeira vez. Ele, que já mostrava sua vontade em sair da banda, teve a saída concretizada após um acidente de carro que sofreu. Após um período de incertezas, ele tomou a decisão. A verdadeira razão da saída sempre será motivos de dúvida, se de um lado, uns apontam os desentendimentos pessoais entre ele e os integrantes, existe um outro lado que diz que ele havia se enchido da maquiagem e toda fantasia em torno da banda. Ace começou a recrutar integrantes para sua banda. Eram em sua maioria músicos de estúdio que tinha conhecido ao longo de sua carreira. Para o line-up inicial Ace se desdobrou para trazer o baterista Anton Fig que fazia parte da banda do apresentador David Letterman. Anton já havia tocado com Ace em seu primeiro álbum solo (ainda com o Kiss, álbum que, com exceção da bateria, teve todos os instrumentos tocados por Ace), sem contar que ele gravou a bateria do álbum Unmasked do Kiss, apesar dela estar creditada à Peter Criss. Para o baixo veio o famoso John Regan (David Bowie, Peter Frampton). Inicialmente a outra guitarra ficaria a cargo de seu velho amigo Ritchie Scarlett. Ace também teria um tecladista: Rob Sabino, que foi logo substituído por Arthur Stead, mas que também não vingou... Sem contrato, tocando em clubes, gravando demos, a banda foi se dissolvendo. Nesta época também, Ace foi vítima de um trágico acidente. As coisas só vieram a acontecer em 1986 quando Ace assinou contrato com a Megaforce. A banda acabou ficando como um quarteto. A mudança era que Tod Howarth estava no lugar de Ritchie Scarlett, que optou por fazer um disco solo. Não ter um tecladista não ocasionou problema nenhum já que Tod também tocava teclado. O álbum simplesmente chamado de Ace Frehley: Frehley's Comet é bem diferente do que Ace havia feito no Kiss. "Rock Soldiers" abre o disco, uma canção poderosa onde Ace conta sobre seu trágico acidente. No álbum também se destaca "In the night", uma canção composta pela máquina de fazer hits conhecida como Russ Ballard. No Frehley's Comet, Ace dividia os vocais com Tod Howarth, que se mostra impecável em músicas como "Breakout" e "Calling to you". Na maioria das apresentações Anton não pôde estar presente e seu substituto era Billy Ward. O Frehley's Comet lançou seu segundo álbum em 88, chamado "Second Sighting", o resultado não foi tão bom quanto o primeiro, até porque no álbum de estréia sempre fica uma grande expectativa, mas podemos destacar boas canções como "Time ain't runnin out" e a que abre o disco, "Insane". Vale lembrar também que na bateria estava Jamie Oldaker, outro famoso freelancer, conhecido por tocar na banda de Eric Clapton. Os shows da banda se resumiam a América, em pequenos clubes, com outras bandas de hard americanas (Y&T, Faster Pussycat, Giuffria) que também tentavam conseguir um lugar ao sol. Como as vendas não iam bem, o próximo álbum levaria apenas o nome de Ace, por sugestão da gravadora. O álbum chamado "Trouble Walkin" poderia cativar mais fãs, a mudança neste álbum foi a volta de Ritchie Scarllet no lugar de Tod e também a volta de Anton Fig às baquetas. A foto de Ace foi colocada na capa, talvez uma tentativa de sensibilizar os fãs do Kiss, o que deixa isso transparecer é o fato de ele ter coverizado uma canção de sua antiga banda para este álbum. O detalhe é que era uma canção recente do Kiss, chamada "Hide your Heart" (composta por Paul Stanley) e que teve participação especial do amigo Peter Criss. Apesar da "apelação", o disco teve vendas baixas e a banda acabou se dissolvendo por completo. O nome Frehley's Comet não foi mais colocado em pauta por Ace. Após a participação no MTV Unplugged do Kiss em 1995, retorna à banda em 1996, após 13 anos, para a Reunion Tour, turnê com a formação original da banda. Em 2000 participa da "turnê de despedida" (Farewell Tour) e em 2001 por motivos de alcoolismo, Ace sai do Kiss deixando um grande legado. Ace participou do CD de Richie Scarlet e do CD de Anton Fig em 2002. Fez um show em agosto de 2002 e um em outubro (Ace Frehley Tribute). Depois de uma briga na justiça, conseguiu o direito de usar o nome  acefrehley.com para seu web site, e este ficou pronto no final de 2008.

Curiosidades

Ace disse numa entrevista ao canal de televisão Fox: "Já estou muito velho para voltar para uma banda tão bombástica como o Kiss, mas para falar a verdade, eu sinto muita falta das nossas brigas, shows, comerciais. Eu queria voltar no tempo para não me separar da banda.

Integrantes

Paul Daniel Frehley

Discografia

Albuns de estudio

 

Ace Frehley (1978) - Link
Frehley's Comet (1987) - Link

Frehley's Comet - Live In Cincinnatti (1987) - Link

Frehley's Comet - Second Sighting (1988) - Link

Trouble Walkin' (1989) - Link

Anomaly (2009) - Link

Space Invader (2014) - Link

Ao vivo

Live + 1 (1988) - Link

                                                                                                                                Videos

 
 
 
 
 

SIGA nossas redes

  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Instagram

© 2018-2019 | GeraRock® - Todos os direitos reservados