Historia

Formada em Julho de 1981, o Anthrax é a uma das bandas mais importantes do cenário thrash, inicialmente composta por Scott Ian (segundo guitarrista), Danny Lilker (primeiro guitarrista), Dave Weiss (bateria), John Connelly (vocal) e Kenny (baixo). Foi uma das mais populares bandas da cena thrash dos anos 80, notáveis pela sua combinação de metal com hardcore, punk e música alternativa. Graças ao sucesso de seus primeiros álbuns, fazem parte das "quatro grandes" bandas do thrash metal juntamente com Metallica, Slayer e Megadeth. O nome da banda foi inspirado no nome de uma bactéria chamada Anthrax que os integrantes encontraram em um livro de biologia. Durante sua carreira, influenciaram fortemente o thrash metal com seus três primeiros discos, ao longo dos anos tem mudado o seu estilo musical, desde o lançamento do single "I'm a Man", incorporando elementos do rap. O grupo também é considerado um dos primeiros a ter lançado o gênero rap metal. Com o lançamento do "Stomp 442" e "Volume 8: The Threat is Real", por causa de seu fracasso comercial, a banda estava muito perto da dissolução.
 

Década de 1980.

"Howling Furies" foi uma das primeiras músicas que Scott escreveu, juntamente com Dave. A banda fez suas primeiras apresentações no porão de uma igreja. Meses depois a banda passou por suas primeiras mudanças na formação: saíram Kenny e Dave, entrando Paul Kahn e Gregg D'Angelo em seus lugares respectivamente. No início de 1983 gravaram uma demo que continha "Across the River", "Howling Furies" e "Panic", entre outras. Ainda neste ano, gravaram outra demo, agora com Charlie Benante na bateria, que chamou a atenção da recém formada gravadora Megaforce Records. Danny "Dan" Spitz (ex-Overkill) juntou-se à banda, no lugar de Danny Lilker, que assumiu o baixo no lugar de Paul Kahn (que deixou a banda). Joey Belladonna é recrutado para os vocais e, em 1985, gravam o EP Armed and Dangerous, que garante um contrato com a Island Records. No mesmo ano o Anthrax grava seu segundo LP, que seria um grande marco da banda e da cena thrash: Spreading The Disease, que foi origem de grandes hits da banda como "A.I.R", "Madhouse", "Gung-Ho" e "Medusa". A música e o videoclipe de "Madhouse" chegaram a ser praticamente proibidos na Europa por mostrar a banda pulando feito loucos (se divertindo). O LP vendeu mais de 100 mil cópias só nos Estados Unidos, e o mesmo na Europa. Scott Ian formou nessa época um projeto paralelo, o Stormtroopers of Death (ou simplesmente S.O.D., como ficou conhecida), juntamente com o baterista do Anthrax e com o ex-baixista do Anthrax, Danny Lilker. 1986 foi um ano de apresentações e turnês intensas. Em janeiro de 1987 saiu o terceiro álbum, Among the Living (dedicado entre outros a Cliff Burton do Metallica), considerado o melhor álbum da banda e um dos maiores clássicos do thrash metal. As primeiras quatro canções desse álbum são considerados hinos da banda, sendo que são executadas em todas as apresentações. Ainda nesse ano eles tocaram no Donington's Monsters of Rock e lançaram o EP I'm The Man, que conta com a canção "I'm The Man", uma mistura de rock com rap em tom de deboche, algo inusitado para uma banda de thrash metal na época. Em 1988 saiu o primeiro VHS, N.F.V. (Oedivnikufesin) (nome que segue uma brincadeira feita pela banda, que lido ao contrário, revela-se Nisefukinvideo), além do quarto LP, State of Euphoria. Nesse ano também lançam outro EP na Europa, Penikufesin, Com quatro novas canções, uma versão francesa de "Anti-social" e uma regravação de "Now It's Dark" de State of Euphoria.


Década de 1990.


O quinto LP, Persistence of Time, saiu em 1990, mantendo o mesmo peso dos anteriores, porém meio sem graça segundo a crítica. Em 1991 é lançado Attack of the Killer B's, com apresentações ao vivo, canções nunca lançadas e também "Bring the Noise", outra mistura de rock com rap, gravada com o Public Enemy. Depois disso assinam um contrato com a Elektra Records, e, para a tristeza de muitos fãs, o vocalista Joey Belladonna é despedido por divergências musicais, em março de 1992. Alguns meses se passaram na busca de um novo vocalista e John Bush é convidado. O novo álbum, Sound of White Noise é lançado um ano após a saída de Joey. O som da banda continua pesado, porém não tão rápido como era costume da banda. Em 1993 e 1994, tocaram em algumas trilhas (Last Action Hero e Airheads). Em 1994 foi lançado o primeiro álbum ao vivo, Live the Island Years. Em Março do ano seguinte, Danny Spitz saiu da banda e não houve um substituto. A guitarra é revezada por Dimebag Darrel (do Pantera), Scott e Paul Crook no álbum Stomp 442. Em 1996 a banda realizou turnê pelos Estados Unidos e Europa. Em 1997 surgiram rumores de que a banda iria terminar, o que não aconteceu. O Anthrax criou a Skism Records, um selo próprio para gravar o próximo álbum. Volume 8: The Threat Is Real é lançado em fevereiro do ano seguinte. Em março saiu também uma coletânea Moshers (1986 - 1991).


Década de 2000.


Em  2001 lançam a coletânea Madhouse - The Best of Anthrax, com todos os maiores hits da banda. Em 2003 o Anthrax lançou We've Come for You All, pela Nuclear Blast seguido do álbum ao vivo Music of Mass Destruction lançado um ano depois. Com o reforço de Rob Caggiano nas guitarras, o álbum foi eleito um dos melhores de toda a carreira do grupo, tanto pelo público quanto pela crítica. Em 2004 o baixista Frank Bello anunciou sua saída do elenco da banda para integrar o Helmet. Pouco tempo depois o Antrax colocou nas lojas o DVD ao vivo Music of Mass Destruction, trazendo um registro de uma apresentação gravada em Chicago, nos Estados Unidos. Algum tempo depois o grupo voltou a chamar a atenção com o disco The Greater of Two Evils. O material reuniu no repertório os principais clássicos da carreira do Anthrax lançados entre 1984 e 1990, contando com os vocais de John Bush, enquanto as versões originais traziam Neil Turbin ou Joey Belladonna à frente dos microfones. A grande novidade na trajetória musical do grupo estava para acontecer no dia 1º de abril de 2005. Depois de um bom tempo longe do elenco da banda, o ex-vocalista Joey Belladonna voltou a assumir os vocais. Com a banda em sua formação clássica chegou às lojas o CD e DVD ao vivo Alive 2, reunindo grandes sucessos da carreira do grupo. Após 18 meses no Anthrax, Scott Ian anunciou o fim da reunião da formação clássica por causas não divulgadas e Joey Belladonna saiu da banda novamente. Dan Nelson deixou a banda por motivos não especificados em 2009, após o Anthrax ter concluído os trabalhos de seu próximo álbum. John Bush fez algumas apresentações ao vivo antes de Joey Belladonna voltar pela terceira vez em maio 2010 para a turnê de verão "Big Four" com as bandas Megadeth, Metallica e Slayer.

Curiosidades

No fim de 1983 gravam o primeiro LP Fistful of Metal, de onde saiu alguns de seus principais clássicos, tais como "Metal Thrashing Mad", "Panic" e "Deathrider", porém só foi lançado em janeiro de 1984

 

Integrantes

Joey Belladonna (Vocal)
Scott Ian (Guitarra)
Rob Caggiano (Guitarra)
Frank Bello (Baixo)
Charlie Benante (Bateria)

Discografia

Álbuns de estúdio

 

Fistful of Metal (1984) - Link

Spreading the Disease (1985) - Link

Among the Living (1987) - Link

State of Euphoria (1988) - Link

Persistence of Time (1990) - Link

 Attack Of The Killer B's (1991) - Link

Sound of White Noise (1993) - Link

Stomp 442 (1995) - Link

Volume 8: The Threat is Real (1998) - Link

Return Of The Killer A's (1999) - Link

Alive 2 (2005) - Link

We've Come for You All (2003) - Link

Worship Music (2011) - Link

Ao Vivo

Caught In A Mosh, BBC Live In Concert (2007) - Link

Music Of Mass Destruction (Live 2004) - Link

The Island Years (Live 1994) - Link

                                                                                                                                 Vídeos

                                                                                                                         

 
 
 
 
 

SIGA nossas redes

  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Instagram

© 2018-2019 | GeraRock® - Todos os direitos reservados