Historia

Area cresceu para ser uma das mais respeitadas e importantes bandas no florescimento do rock progressivo italiano nos anos 70. Originalmente formada por Demetrio Stratos, Giulio Capiozzo (bateria e percussão), Victor Edouard "Eddie" Busnelo (saxofone e flauta), Leandro Gaetano (piano) e Johnny Lambizzi (guitarra), em breve seguido de Patrick Djivas (baixo) e Patrizio Fariselli (teclado e piano), o Area foi formado em 1972. A banda era liderada por Demetrio Stratos, um cantor altamente original e talentoso de uma família grega que usou sua voz como instrumento, apesar de não ter escrito nada para o grupo até o álbum "1978 Gli Dei Se Ne Vanno, Gli Arrabbiati Restano!" Em 1973, Johnny Lambizzi deixou a banda e foi substituido por Paolo Tofani (guitarra e sintetizador). Neste ano, eles gravaram seu primeiro álbum de estúdio, o Arbeit macht frei ("Trabalho traz liberdade"), frase de uma inscrição encontrada no portão de entrada do Campo de Concentração Nazista de Auschwitz , foi lançado pela Cramps Records e a banda apresentou-se em muitos eventos musicais e culturais. Area chegou em uma tour no Chile e, representando a Itália, eles fizeram parte na oitava Bienal de Paris. Nessa época, o som do Area era um velha miscelânia de rock, jazz, e música oriental e arábica, e foi pela mistura de todos os tipos de música que a banda destacou-se. A banda logo em seguida cresceu notoriamente por causa que a juventude da época foi capaz de se identificar com as letras socialistas do Area, e a banda encontrou-se em uma forte e virtuosa nave musical. Para os aficionados do rock progressivo italiano, o seu álbum de estréia é considerado um clássico. Em 1974, Eddie Busnello e Patrick Djivas largaram a banda. Patrick Djivas, que tocaria mais tarde com o Premiata Forneria Marconi, foi substituído por Ares Tavolazzi (baixo). Antes na banda, o Area teve um proeminente saxofone de Busnello mas quando ele deixou-a, junto com o baixista Patrick Adjivas, o som do Area se tornou mais guitarra e teclados orientados. Nessa época, a formação do grupo era composta por Demetrio Stratos nos vocais; Hammond no orgão e bateria de metal; Giulio Capiozzo na percussão; Patrizio Fariselli no piano e teclado; Ares Tavolazzio no baixo e trombone; e Paolo Tofani na guitarra e no sintetizador VCS. O sexto membro não-oficial do grupo foi Gianni Sassi, fundador do selo Cramps Records, que cuidou da imagem do grupo. Sassi estava envolvido em quase todos os projetos culturais da época e foi um membro do movimento italiano Fluxus, a rede internacional de artistas, compositores e designers conhecido por misturar diferentes meios artísticos e disciplinas nos anos 60. O Area realizou um concerto "terapêutico" no Hospital Psiquiátrico de Trieste dirigido por Franco Basaglia; gravaram seu segundo álbum de estúdio, Caution Radiation Area, tocado no Festival Parco Lambro em Milão e no primeiro Festival de Rovereto; eles representaram a Itália no primeiro Pop Festival de Berne e tocaram no evento Velodromo Vigorelli contra a Guerra do Vietnam junto com Joan Baez. Durante 0 ano de 1975, o número de performances e exibições ao vivo foi aumentado. Eles participaram do segundo Festival Parco Lambro e na "Festa Nazionale dell'Unita" em Florença; em novembro desse ano, o Area gravou o seu terceiro álbum de estúdio, Crac!, e suas gravações foram publicadas pela primeira vez na França. "Era o meio dos anos 70 e os eventos ao vivo despertaram entusiasmo como nunca antes; eles preencheram a necessidade de estar juntos e a ilusão de continuar como uma pessoa. Area... (foi) a cabeça acima do resto. Não apenas porque eles pareciam ser mais atentos aos temas fora do mundo da música... não era devido ao interesse no uso de instrumentos que pareciam vastos e futuristas, mas acima de tudo era devido... à uma incomparável coerência no seu trabalho diário e na firmeza com que eles enfrentaram até os seus contrários." - "Rifkusso," resistencias, estradas não ocupadas. Em 1976, suas gravações foram distribuídas no Japão. Eles foram destaque no terceiro Festival de Parco Lambro. Nesse ano, o Area tocou cerca de 200 concertos na Itália. Eles foram convidados para tomar parte no Fête de L 'Humanité, mantido nos subúrbios das classes trabalhadores de Paris no Le Bourget, perto de Aubervilliers, e na Festa do Avante! em Lisboa. Giulio Capiozzo e Ares Tavolazzi deixaram o grupo por alguns meses para conhecer a Orquestra Andrea Mingardi. Fariseli, Tofani e Stratos fizeram um concerto na Universidade de Milão com Steve Lacy e Paul Lytton, e deste concerto seu álbum ao vivo foi lançado, Event 76. O Area gravou seu quarto álbum de estúdio, Maledetti com os irmãos Arze, Stevie Lacy, Paul Lytton, Walter Calloni e Hugh Bullen como músicos convidados. Durante um concerto no Teatro Uomo em Milão em 1977, a banda apresentou seu album/compilação, Anto/Logicamente, e Paolo Tofani deixou o grupo. Em 1978, o Area deixou a gravadora Cramps pela Ascolto, uma gravadora propriedade da CGD; nesse ano, seu quinto álbum de estúdio foi lançado, 1978 Gil Dei Se Ne Vanno, Gil Arrabbiati Estano!. Em março, eles fizeram três concertos em Lisboa, Coimbra e Oporto em Portugal; em Julho a banda teve duas datas em Havana, Cuba no Festival Mundial de Jovens e Estudantes (pelo Anti-Imperialismo, Solidariedade, Paz e Amizade). 1979 foi o ano do estudo, experimento e pesquisa. membros do grupo foram convidados no primeiro álbum solo do PFM violinista/flautista, "Mario Pagani" (lançado em Tokyo em 1979 pela Seven Seas e distribuída pela King Record Co.) com contribuilões de Demetrio Stratos, Giulio Capiozzo, patrizio Fariseli e Ares Tavolazzi ("L'Albero Di Canto II" com os membros do Area apoiando Pagani exclusivamente). Mais tarde Demetrio Stratos deixou o Area, e Fariselli, Capiozzo e Tavolazzi recrutaram vários músicos: Massimo Urbani, Pietro Tonolo, Sara Borsarini e Guido Guidoboni. Em Abril de 1979, Demetrio Stratos foi diagnosticado com um grave caso de anemia. Sua condição foi se deteriorou rapidamente e ele foi transferiado para o Hospital Memorial de New York City para tratamento. Enquanto isso, na Itália, seus amigos organizaram um concerto para pagar suas dispesas médicas. Muitos músicos aceitaram o convite para a apresentação, e o concerto foi planejado para o dia 14 de Julho, 1979. Ele se tornaria o concerto memorial de Demetrio Stratos, onde mais de cem músicos tocaram na frente de uma audiência de 100.000 pessoas. Ele morreu no Hospital Memorial da Cidade de Nova Iorque no dia 13 de Junho de 1979 com a idade de trinta e três anos, enquanto esperava por um transplante de medula óssea (a causa oficial da morte foi infarto do miocárdio, mais conhecido como ataque cardíaco). A banda, Demetrio Stratos, Patrizio Fariseli e Paolo Toffani foram incluidos na lista Nurse with Wound, uma lista de músicos e bandas que acompanhou o primeiro álbum do Nurse With Wound, intitulado Chance Meeting on a Dissecting Table of a Sewing Machine and An Umbrella e lançado em 1979. O Area lançou cinco álbuns de estúdio e dois álbuns ao vivo antes da morte de Demetrio Strato, em 1979: os já mencionados Arbeit Macht Frei, Caution Radiation Area, Are(A)zione (ao vivo), Crac!, Maledetti, as performances ao vivo Event '76 e Gil  Arrabiati Restano!, que não tem a participação de Paolo Tofani e não foi lançado pela Cramps.


Anos pós-Demetrio Stratos e Area II: 1980-1986.


Tic&Tac, seu sexto álbum de estúdio. foi lançado em 1980. Area lançou Gli Uccelli("Os Pássaros"), uma comédia clássica graga por Aristófanes, em parceria com a companhia teatral Nuova Scena e dirigido por Memè Perlini. Gli Uccelli foi executado na Itália em torno de 100 vezes e terminou em Bruxelas em Maio de 1981. Larry Nocella foi recrutado e sua banda vez diversos concertos com ele. Em 1982, junto com a companhia Nuova Scena, eles prepararam e apresentaram Tristano e Isotta ("Tristão e Isolda"), uma representação teatral com dança e música desse influente romance/tragédia sob a coreografia e direção de Ameddeo Amodio. Em 1983, o Area se desfez e os músicos continuaram suas atividades músicais separadamente. Houve um reaparecimento do Area II no meio dos anos 80. Area II lançou dois álbuns de estúdio, mas isso foi na verdade um projeto do baterista do Area Giulio Capiozzo com músicos contratados. No dia 25 de agosto de 2009 em Siena, Patrizio Fariseli, Ares Tavolazzi e Paolo Tofani com o filho de Capiozzo, Christian, na bateria e Mauro Pagani nos vocais e e violino tocaram juntos pela primeira vez em mais de uma década durante a nona edição do festival "La Città Aromatica", dedicado a Demetrio Stratos trinta anos depois de sua morte. No dia 29 e 30 de Janeiro de 2010, houve outra reunião quando Fariseli, Tavolazzi e Tofani com UT Gandhi (Umberto Trombetta) na bateria, tocaram juntos no teatro San Lazzaro di Savena (Bolonha) como parte do "StratosFerico: Omaggio a Demetrio Stratos", um tributo a Demetrio Stratos. Em 2 de Maio, Fariselli, Tofani e Tavolazzi reuniram-se novamente para uma apresentação no New York's Brecht Forum, acompanhados pelo baterista Walter Paoli e ex-colaborador Mauro Pagani no violino e vocais. O Tour de Reunião oficial começou dia 21 de Setembro de 2010 em Milão no Blue Note Club, com Fariseli, Tavolazzi, Tofani, Walter Paoli na bateria e Mauro Pagani como convidado especial. Durante o Tour de Reunião, terminada em Novembro de 2011, o Area teve diversos convidados especiais, entre eles Maria Pia De Vito nos vocais.

Curiosidades

Em 1993, Patrizio Fariselli, Giulio Capiozzo, retornaram à atividade ao vivo de Área, experimentando novos sons, materiais e novas linguagens. Ares Tavolazzi deixou a banda e foi substituído por Paolo Dalla Porta e Pietro Condorelli.

Integrantes

Patrizio Fariselli (Piano, Teclados)
Paolo Tofani (Guitarra Principal)
Ares Tavolazzi (Baixo)
Christian Capiozzo (Bateria)
Walter Paoli (Bateria)
Mauro Pagani (Violino, Vocal Principal)

Discografia

1973: Arbeit Macht Frei - Link

1974: Caution Radiation Area - Link

1975: Crac! - Link

1976: Maledetti (Maudits) - Link

1978: 1978 Gli Dei Se Ne Vanno, Gli Arrabbiati Restano! - Link

1980: Tic&Tac - Link

1997: Chernobyl 7991 - Link
 

Live albums

1975: Are(A)zione - Link

1979: Event '76 (recorded in Milan, 26 October 1976) - Link

1996: Concerto Teatro Uomo (recorded in Milan, 29th or 30 April 1977) - Link

1996: Parigi-Lisbona (recorded in Paris and Lisboa, 1976) - Link

2004: Live in Torino 1977 - Link

2012: Live 2012 - Link

                                                                                                                                 Vídeos

                                                                                                                         

 
 
 
 
 

SIGA nossas redes

  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Instagram

© 2018-2019 | GeraRock® - Todos os direitos reservados