5582697802

Historia

No final do ano de 1969 estava tudo acabado para o Vanilla Fudge. Foi neste ano que eles lançaram o seu último álbum, Rock N’ Roll. Devido a crises internas e perda de território para a nova geração do hard americano (Grand Funk, Mountain, Bloodrock), o jeito era dar um tempo mesmo. Os quatro integrantes, então,começaram a “mexer os pauzinhos” e montaram novos grupos e projetos para a promissora década que surgia. Carmine Appice e Tim Bogert formaram o Cactus junto com dois figuras carimbadas da cena roqueira da cidade dos motores, Jim McCarty (ex-Mitch Rider and the Detroit Wheels e Rusty Day (ex-Amboy Dukes). O guitarrista do Vanilla Fudge, Vinnie Martell chegou até a receber uma oferta para tocar com Jimi Hendrix, o que só não rolou porque Hendrix morreu antes. E o líder, tecladista e vocalista do Vanilla Fudge, Mark Stein, formou um combo para tocar Hard pesado, um estilo que era sua verdadeira paixão, sobre o nome de Boomerang. O lance era competir com as novas bandas da América e também, quem sabe, até com as inglesas. Stein era muito influente na época e amigo do pessoal do Led Zeppelin (não é a toa que ele estava envolvido naquele mitológico episódio da orgia com peixes marinhos e groupies promovido pela banda inglesa). Esses contatos de Stein renderam de cara um contrato com a RCA para o lançamento da estréia do Boomerang em 1971. O resto da banda consistia em Jo Casmir (baixo, vocais), Richard Ramirez (guitarra) e James Galluzi (bateria). O estilo do grupo surpreendia logo de cara, com Stein e Casmir dividindo os vocais genialmente, técnica que seria “chupada” pelo Deep Purple em sua formação com David Coverdale e Glenn Hughes lá pelos idos de 1973 / 74. Basta ouvir o disco para confirmar a absurda semelhança das vozes. O disco abre com a vigorosa e cavernosa “Juke It”, uma paulada com órgão e guitarra pra lá de pesados. O trabalho de guitarra de Ramirez (com apenas 16 anos de idade) é genial e chega a lembrar o mestre Jimmy Page por volta de 1968/69, ou seja Led I e II meu chapa! Quem curte o estilo Hard do início da década de 70 já começa a vibrar logo na primeira faixa. “Fisherman” vem na seqüência e traz um feeling agradável, típico das baladas da época. Aqui já pintam os duetos vocais de Stein e Casmir. A próxima é “Hard Times”, que começa acústica e com vocais altíssimos (como Stein já fazia no Fudge). O arranjo e a linha de baixo surpreendem, assim como o solo de guitarra gravado de trás pra frente de Ramirez. O clima continua alto com “Mockingbird” (não confundir com aquela maravilha homônima do Barclay James Harvest), que você jura estar ouvindo Coverdale e Hughes na melhor fase. Inacreditável!. Em “Cynthia Fever” o timbre da voz de Casmir nos remete aos bons tempos de Trapeze e com não outro senão Mr. Glenn Hughes nos vocais. A semelhança chega a ser engraçada! Já a épica homenagem ao veteranos da guerra do Vietnã, “Brother’s Comin’ Home”, traz belas orquestrações e o piano de Stein, provando que a RCA até investiu uma grana com os rapazes, o que infelizmente acabou não refletindo na reputação comercial do grupo, que nunca existiu para o grande público. Esse grande disco termina com “The Peddler”, apostando firme no peso e na cadência tradicional do Hard setentista.

Curiosidades

Stein depois ainda tocaria com Alice Cooper (em sua tour pela Austrália e Nova Zelândia em 1977), Tommy Bolin e Dave Mason entre outros e também promoveu retornos do Vanilla Fudge nos anos 80 e ainda recentemente. Os demais integrantes simplesmente desapareceram, inclusive o jovem guitarrista Ricky Ramirez, que prometia bastante pelo que apresentou nesse álbum. Coisas do Rock, enfim… O Boomerang gravou um segundo disco em 1972, que foi arquivado pela gravadora e permanece inédito até os dias atuais por meios “oficiais”.

Integrantes

Mark Stein (Vocais, Órgão, Piano) 

Richard Ramirez (Guitarra Elétrica e Acústica) 

Jo Casmir (Baixo e Vocais) 

James Galluzi (Bateria)

 

Discografia

Boomerang (1971) - Link

Two (1973) - Link

                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                              Vídeos

                                                                                                                         

 
 
 
 
 

SIGA nossas redes

  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Instagram

© 2018-2019 | GeraRock® - Todos os direitos reservados