Historia

Graham Nash, compositor, vocalista e guitarrista do grupo pop inglês The Hollies, conheceu Stephen Stills (ex-Buffalo Springfield) e David Crosby (ex-The Byrds) numa festa na casa de Joni Mitchel e tentaram algumas harmonias. Gostaram tanto que Nash abandonou os Hollies e um mês depois formaram um grupo e entraram em estúdio para gravar seu primeiro disco , intitulado simplesmente Crosby, Stills & Nash (1969). O disco fez sucesso instantaneamente. Ainda faltava algo: uma voz mais rascante para contrastar com a suavidade dos vocais. Para completar o quarteto, Stephen Stills convidou seu antigo companheiro de banda, o guitarrista Neil Young, que já gravara dois discos solo. Ironicamente, as disputas entre Stills e Young haviam sido a causa do rompimento do Bufalo Springfield; agora tentavam retomar juntos a antiga parceria, que havia funcionado maravilhosamente, com ambos revezando-se nos solos de guitarra e violão. Young aceitou e, em sua primeira turnê – que incluiu o festival de Woodstock – o grupo já se chamava Crosby, Stills, Nash & Young. O álbum seguinte, “Deja Vu” (1970), tinha excelentes composições e era bem mais elétrico, com clara influência de Young e das lembranças do antigo som do Buffalo Springfield, chegando ao primeiro lugar da parada de sucessos. Após a turnê do verão de 1970 o grupo dissolveu-se com alguma amargura, mas o álbum duplo ao vivo que resultou desse período, “4 Way Strret”(1970), lançado após o rompimento, tornou-se seu melhor trabalho. Ao vivo o grupo realmente brilhava, com os vocais harmoniosos dos quatro, o violão de doze cordas de Crosby, a guitarra furiosa de Young, os solos intrincados de Stills, o violão e o piano de Nash e o apoio do baixista Calvin “Fuzzy” Samuels e do baterista Johnny Barbata. Os lados A e B traziam músicas acústicas, enquanto os lados C e D eram dedicados ao som eletrificado, com exceção da belíssima “Find the Cost of Freedom”, que encerrava o disco quase como um acalanto. Ao ser lançado em CD (1992), foram incluídas mais 4 músicas ao vivo, uma de cada componente, onde o destaque ficou para Neil Young, com um meddley arrasa-quarteirão: “Cinnamon Girl / The Loner / Down By the River”. Todos partiram para carreiras independentes, apesar de Nash & Crosby formarem uma dupla de algum sucesso e Stills criar a banda Manassas e posteriormente a Stills-Young Band. Eles voltariam a tocar juntos como Crosby, Stills & Nash em 1974 , quando foi lançada a coletânea “So Far”, que mais uma vez atingiu o primeiro lugar entre os mais vendidos. Em 1977 voltaram a gravar e a apresentarem-se juntos regularmente, até que Young resolveu gravar com os antigos parceiros. O resultado foi o álbum “American Dream” (1998), o segundo que o quarteto gravou em estúdio. Após a experiência, novamente eram um trio e assim continuam, excursionando e gravando até o final de 1999, quando entram em estúdio, em paz, para gravar “Looking Forward”.


Em 1964 Crosby juntou-se à banda The Byrds e com eles esteve durante seus maiores sucessos, como “Turn, Turn, Turn” e “Mr. Tambourine Man” . Em 1967, Crosby ofereceu sua canção "Triad" aos seus parceiros de banda, mas por tratar de um assunto que desagradava Roger McGuinn ela foi recusada e devido a tensões entre o grupo o envolvendo, Crosby foi expulso do grupo, pouco após a aparição do grupo no Monterey Pop Festival. Durante o tempo em que ficou ausente dos palcos produziu o primeiro álbum de Joni Mitchell e nele consta a canção “Woodstock” que mais tarde seria regravada pelo CSNY. Em 1971 após a primeira separação do quarteto, lançou um disco solo chamado “If I could only remember my name” . O músico tinha sérios problemas com drogas e em 1985 foi encontrado em posse de cocaína e uma arma. Ficou nove meses na prisão após ter cumprido programa de reabilitação, dessa forma livrou-se de cinco anos de cadeia. No mesmo ano foi convidado a participar do Live Aid junto de seus parceiros musicais e recebeu liberação da justiça para fazê-lo. Seu envolvimento com drogas o levou a um transplante de fígado no ano de 1994. David Crosby tem três álbuns gravados com seu filho. 

Stephen Stills

 

Stills foi vocalista, guitarrista e principal compositor do Buffalo Springfield desde sua formação em 1966 até 1968, ano em que a banda terminou. Logo após juntou-se a Crosby e os dois passaram a fazer jam sessions, iniciando o que mais tarde se tornaria um quarteto. Em 1971, durante carreira solo, teve sua canção “Love the one you’re with” na quarta posição da parada musical americana. E após um dos vários retornos do Crosby, Stills, Nash and Young o músico foi responsável por quase 100% do disco muito aclamado pelos críticos “Looking Foward” , de 1999. 

Graham Nash

O inglês Graham Nash, ex integrante do The Hollies (banda que integrou o movimento denominado de Invasão Britânica), foi o terceiro a integrar o CSNY e deixou sua primeira banda por divergir da linha musical que vinham seguindo, incluindo ter sua canção “Marrakesh Express” recusada. Como integrante do Crosby, Stills and Nash pôde gravar sua composição que se tornou o primeiro sucesso da banda, seguido por “Suite: Judy Blue Eyes” , escrita por Stills. Após a primeira separação do quarteto, Nash e Crosby lançaram um álbum juntos e seguiram em turnê durante o início dos anos 70. 

 

Neil Young

O canadense Neil Young também foi integrante do Buffalo Springfield, porém saiu da banda em 1967 durante o Festival Pop de Monterey. E enquanto estava seguindo carreira solo foi convidado por Crosby para integrar o que agora se tornaria um quarteto. Neil Young contribuiu com o grupo com canções como “Ohio” que surgiu após a Guarda Nacional dos Estados Unidos ter matado a tiros quatro estudantes que estavam em manifesto contra a guerra. Junto de Stills lançou um álbum, “Long May You Run” no ano de 1976, porém deixou Stills durante a turnê no mesmo ano. Sua carreira solo foi bem sucedida, onde lançou o clássico álbum "Harvest" (com o sucesso "Heart Of Gold") e hits como "My, My, Hey, Hey" e "Rockin' in the Free World". Nos anos 90, Neil Young foi consagrado o “deus do grunge” por bandas famosas no cenário musical da época, como o ainda ativo Pearl Jam.

Curiosidades

Vindos de bandas conhecidas, aclamadas e respeitadas, Crosby, Stills, Nash & Young seriam a síntese – ao lado do Jeferson Airplane e do The Mammas and The Pappas – do que foi a segunda metade da década nos EUA. Curiosamente, dois de seus componentes nem norte-americanos eram.

Integrantes

David Crosby
Stephen Stills
Graham Nash
Neil Young

Discografia

1969 Studio Archives - Link

1969 Crosby, Stills & Nash - Link

1970 Déjà Vu - Link

1971 4 Way Street CD 1 - Link

1971 4 Way Street CD 2 - Link

1974 So Far - Link

1977 CSN - Link

1982 Daylight Again - Link

1988 American Dream - Link

1990 Live It Up - Link

1992 The Acoustic Concert - Link

1994 After the Storm - Link

1999 Looking Forward - Link

2008 Déjà Vu Live - Link

                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                              Vídeos

                                                                                                                         

 
 
 
 
 

SIGA nossas redes

  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Instagram

© 2018-2019 | GeraRock® - Todos os direitos reservados