Historia

O começo (1992-1997) 

O Dazaranha iniciou suas atividades no ano de 1992, por pouco tempo atendendo pelo nome de Almirante Mirinda, atuando em bares e casas noturnas da Grande Florianópolis. Devido a sempre ótima qualidade de som, a banda Dazaranha começou a ser reconhecida na região, lotando os locais de suas apresentações e cativando muitos fãs.

Logo em seguida, dois anos após o início, a banda lança o seu primeiro trabalho fonográfico, com a participação da músicaRetroprojetor na coletânea Ilha de Todos os Sons lançada em 1994 pela RBS Discos. Dois anos depois vem o lançamento do primeiro álbum Seja Bem Vindo, também pela RBS Discos, que alcança o status de clássico e vira sucesso de vendas. As músicas deste CD, produzido pelo baixista Adauto Charnesky e pelo violinista Fernando Sulzbacher, são lembradas até hoje pelo público nos shows da banda e reproduzidas em palco. Logo após o percussionista Gerry deixa a banda, que segue como sexteto. Em 2001 o álbum é relançado com cinco faixas bônus, entre elas, O Cubo, Mario Cesar e uma nova roupagem para Galheta e Novos Ditados.
 

A consagração (1998-2000) 

Em 1998 chega a consagração do trabalho do Dazaranha. A banda lança o disco Tribo da Lua que contém, entre outros clássicos, o grande hit Vagabundo Confesso além da grande participação especial de Jorge Ben Jor na faixa Te Liga e da produção de Luiz Carlini. Com este trabalho, várias portas se abrem para a banda e os leva a ganhar um prêmio de disco de ouro, o primeiro da história de uma banda catarinense, após uma vendagem superior a 50 mil cópias.

No ano seguinte, a segunda baixa. O então baterista Zé Caetano deixa a banda e da lugar ao novo integrante Adriano Barvik, que segue os trabalhos junto ao grupo.
 

Caixa d’água (2004-2007) 

Com tamanho reconhecimento no seu trabalho, a banda resolve construir o seu próprio estúdio chamado Caixa d’Água, aonde seria gravado no ano de 2004 o CD Nossa Barulheira produzido pelo violinista Fernando Sulzbacher e pela banda. O CD teve como single a música Salão de Festa a Vapor, mantendo o mesmo nível nas composições mas com guitarras mais marcantes e pesadas nas músicas, o qual levaria o Dazaranha a mais um feito inédito, vencer o Prêmio Claro de Música Independente em 2006 como melhor álbum pop, ficando a frente de nada mais nada menos que o ex-mutante Arnaldo Baptista que concorria com o seu Let it Bed.

Com toda a bagagem e conhecimento musical alcançados ao longo de 15 anos de carreira mais o retorno do percussionista Gerry, em 2007 o Dazaranha alça voos mais altos na produção da sua mais nova obra, o disco Paralisa produzido por Ricardo Vidal (O Rappa) e que conta com uma modernização no já consagrado estilo da banda, maior sofisticação e a maciça participação do Trio Santo Amaro nos metais que desde então, passam a acompanhar a banda nos shows. Destaque para as faixas Carolina, Durma Bem e Ô Mané (com participação especial de vários nomes da música local).

 

O DVD (2008-2011)

No ano de 2008, mais uma mudança de integrantes. O baterista Adriano larga as baquetas e dá lugar a João Basañez, ex-integrante da banda catarinense Mary Black.

Após muita espera, um antigo sonho dos fãs do Dazaranha é enfim realizado. Em um memorável show realizado em dezembro de 2008no Teatro Ademir Rosa (CIC), nasce o primeiro DVD lançado em 2010 pela Universal Music com os maiores sucessos da história doDaza (como a banda é carinhosamente conhecida pelos fãs). Destaque para a participação especial do cantor Armandinho na faixaSalão de Festa a Vapor e faixas inéditas como Dia Lindo, Pra Ficar e Motoboy, além do making-of e um documentário gravado no estúdio Caixa d'Água onde os integrantes contam um pouco da história da banda.

Uma grande equipe de profissionais unida para realizar o DVD: realização e produção de Dazaranha e Orth Produções, Vídeo de Heron Domingues (HD), áudio de Ricardo Vidal (Studio55) e mais o documentário assinado por Mártin Carvalho (Cristal Broadcast).
 

20 anos (2012-presente) 

O ano de 2012 marcou a comemoração de 20 anos de história do Daza. A banda que iniciou sua carreira no ano de 1992, comemorou seus aniversário com o lançamento de um box contendo toda a discografia da banda, inclusive o DVD ao vivo gravado em 2008 e um show comemorativo no CIC com a participação especial de músicos convidados como Daniel Lucena e os ex-integrantes Zé Caetano e Adriano Barvik. O show foi transmitido ao vivo pela TVCOM.

No ano de 2014, após quatro anos sem lançar uma nova obra, o Dazaranha lança "Daza", o seu sexto álbum (o quinto gravado em estúdio). Produzido por Carlos Trilha, este disco marcou uma mudança em relação aos outros pois deixou um pouco de lado o sotaque mané marcante dos vocais, além de contar com músicas mais sentimentais, com o clima marcante do "amor e esperança".

Curiosidades

No ano de 2007, na produção e gravação do disco Paralisa, o Dazaranha moderniza e inova o já consagrado estilo da banda ao marcar em suas músicas a forte presença dos metais do Trio Santo Amaro, que desde então passou a fazer parte da sequência da banda.

Integrantes

Gazu – Vocal e Violão

Chico Martins – Guitarra Solo e Vocal

Adauto – Baixo

Fernando – Violino, Guitarra Solo e Baixo

Moriel – Guitarra Base

Gerry – Percussão

Ex-integrantes

Zé Caetano - Bateria

Adriano – Bateria

Discografia

Ilha de Todos os Sons 1994 - Link

Seja Bem Vindo 1996 - Link

Tribo da Lua 1998 - Link

Nossa Barulheira 2004 - Link

Paralisa 2007 - Link

Ao Vivo 2010 - Link

Daza 2014 - Link

Afinar as Rezas 2016 - Link

                                                                                                                                 Videos

 
 
 
 
 

SIGA nossas redes

  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
  • Instagram

© 2018-2019 | GeraRock® - Todos os direitos reservados